Safra de verão deve ter 25 milhões de toneladas de grãos

Escrito por em 24/09/2021

O relatório da safra de verão 2021/22, divulgado nesta quinta-feira (23) pelo Deral, aponta que o Paraná pode produzir 25,5 milhões de toneladas de grãos, volume 9% superior ao do ciclo 2020/21, quando foram colhidas 23,3 milhões de toneladas. A área de plantio está estimada em 6,2 milhões de hectares, 1% maior.

O relatório confirma a estimativa de área recorde para a cultura da soja, de aproximadamente 5,62 milhões de hectares, 1% a mais do que na safra passada.

SOJA – Até o momento, 3% da área estimada em 5,6 milhões de hectares foi plantada, o equivalente a cerca de 186 mil hectares, concentrados nas regiões Oeste e Sudoeste. O plantio está adiantado na comparação com a safra passada, mas abaixo da média histórica, devido aos fatores climáticos.

Mesmo assim, o Paraná tem perspectiva de uma boa produção e os produtores estão otimistas, principalmente nas regiões que registraram chuvas nas últimas semanas. Já em regiões como Toledo e Cascavel, sem chuvas significativas, a preocupação é maior quanto ao desenvolvimento do ciclo.

Estima-se que sejam produzidas 20,96 milhões de toneladas do grão no Paraná na safra 2021/22, volume 6% superior ao ciclo passado, enquanto a área tem perspectiva de aumento de 1% e pode atingir 5,62 milhões de hectares.

MILHO SEGUNDA SAFRA – A colheita de milho avançou e atingiu 98% da área estimada em 2,5 milhões de hectares. A expectativa inicial de produção era de 14,6 milhões de toneladas e neste momento estima-se uma perda de 9,1 milhões de toneladas (-62,4%), totalizando um volume de 5,5 milhões de toneladas produzidas na segunda safra.

MILHO PRIMEIRA SAFRA – De acordo com o Deral, já foram semeados aproximadamente 187 mil hectares na primeira safra de milho 2021/22, 45% da área total prevista, de 420,1 milhões de hectares. No mesmo período do ano passado, o plantio já havia ocorrido em 121 mil hectares (34% da área).

Cerca de 2% das lavouras a campo estão em condições médias e 98% em boas condições. Apesar da ocorrência de chuvas em algumas regiões produtoras, como o Sudoeste, em outras a crise hídrica ainda preocupa. A produção está estimada em 4,11 milhões de toneladas, 32% superior ao volume da safra passada.

Colheita de trigo em Pitanga / Foto: Jaelson Lucas/AEN

FEIJÃO PRIMEIRA SAFRA – O relatório do Deral indica uma produção de 277 mil toneladas de feijão na primeira safra, volume 8% superior ao colhido no ciclo passado. No entanto, a área estimada para esta safra é 8% menor, totalizando 140,5 mil hectares. O plantio atingiu 22% da área nesta semana, o que corresponde a 31,2 mil hectares. No ano passado, esse índice era de 31%. A queda dessa velocidade se explica pela redução das chuvas no período.

Fonte – AEN


[There are no radio stations in the database]