Outono deve ter chuva mal distribuída e frio intenso a partir de maio

Escrito por em 29/03/2021

O outono, que começou no dia 22, deve ser marcado por chuvas irregulares em todo o Paraná. Segundo o agrometeorologista Luiz Renato Lazinski, o fenômeno climático La Niña, caracterizado pelo esfriamento das águas do Oceano Pacífico, terá influência nas precipitações em praticamente todas as regiões brasileiras, inclusive no território paranaense. “O La Niña atingiu o seu máximo em janeiro e fevereiro. Ele está diminuindo de intensidade, mas, mesmo fraco, segue influenciando nosso clima até meados deste ano”, afirmou.

De acordo com Simepar, no decorrer dessa estação os paranaenses devem conviver com manhãs e noites mais frias, enquanto as tardes seguem quentes. A partir de maio, ondas de ar frio e seco devem ser frequentes e intensas, provocando expressivo declínio da temperatura. Dessa forma, haverá dias muito frios, intercalados por outros de grande calor.

No campo

O clima irregular vem complicando a lida nas lavouras paranaenses nos últimos tempos. No início da safra de verão, faltou chuva no plantio. Depois, no início deste ano, choveu mais que o necessário. De acordo com o Lazinski, com a influência do La Niña, a previsão é que essa instabilidade continue ao longo da estação até o início do inverno.

Fonte: Sistema Faep


[There are no radio stations in the database]