Coronel Vivida determina medidas mais rígidas em novo decreto

Escrito por em 05/03/2021

Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (05), o prefeito Anderson Barreto anunciou um novo decreto com medidas de enfrentamento à pandemia da Covid.

O documento — que entra em vigor às 20h e vigora até as 5h de segunda-feira (8) — determina o fechamento das empresas que atuam no ramo de supermercados, mercados e mercearias, que poderão manter as atividades internas e sem acesso ao público, em contingente reduzido de funcionários e em regime de escala.

Com isso, segundo o prefeito, será possível nesse caso somente atendimento pelo sistema de delivery ou drive thru. Ele lembra que também fica vedada, durante esse período, a esses segmentos, qualquer conduta que provoque aglomeração de pessoas, como anúncios de promoções e distribuição de panfletos.

Além disso, Barreto informa que fica determinado o fechamento das atividades de comércio varejista de materiais de construção, elétrico e congêneres, que também só poderá manter as atividades internas e sem acesso ao público, em quantidade reduzida de funcionários e em regime de escala, com atendimento pelo sistema de delivery.

A mesma medida se aplica às empresas do comércio varejista em geral, que já estavam fechadas, e podem manter suas atividades somente com portas fechadas e atendimento por delivery.

Quanto às empresas do comércio varejista e serviços que prestam atividades financeiras, também fica determinado o fechamento.

Referente às borracharias, mecânicas, autoelétricas e autopeças, Barreto diz que ficarão fechadas, as quais somente poderão atender em situação de caráter emergencial, “um cliente de cada vez e de portas fechadas”.

Por fim, ele anuncia a proibição, durante esse período, da comercialização de bebidas alcoólicas em todos os estabelecimentos comerciais de Coronel Vivida. Também proibido o consumo de quaisquer bebidas em vias e espaços públicos, alcoólicas ou não, além do uso de narguilé.

Quero lembrar a todos que o nosso decreto municipal, publicado há três semanas, está vigente e determina a aplicação de multas às pessoas físicas e pessoas jurídicas por eventual descumprimento“, destaca.

Ele afirma que as medidas estão sendo tomadas devido à preocupação da forma como vem evoluindo a pandemia.

Somos solidários a todos que estão passando por dificuldades, por conta da contaminação. Solidários também àqueles que porventura tiveram que suspender suas atividades nas últimas semanas. Porém, entendemos que, nesse momento, ouvindo vários segmentos e tendo em vista o elevado número de casos e de óbitos, que são medidas necessárias“.

Barreto, ainda, pede a colaboração da população, que “nos ajude a fazer cumprir esses decretos e a diminuir os casos de contágio em nosso município. Precisamos cessar essa situação“.

Confira, abaixo, o decreto na íntegra:

Fonte: Portal Vividense


[There are no radio stations in the database]