Caixa adota novas medidas para conter fraudes do saque do FGTS

Escrito por em 21/10/2020

A Caixa adotou novas medidas para conter as ações de fraudadores do saque emergencial do FGTS.

O banco afirma que trabalha junto com a Polícia Federal na investigação das quadrilhas que usam informações pessoais de brasileiros para fraudar o aplicativo Caixa Tem, usado para o depósito e a movimentação do benefício.

Ao baixar o aplicativo para ter acesso ao pagamento do FGTS, muitos trabalhadores têm se deparado com a informação de que o CPF (Cadastro de Pessoa Física) já foi cadastrado e o saque, efetuado.  

Embora não divulgue o número de pessoas afetadas pela fraude, a Caixa orienta as vítimas de golpe a procurar uma agência para contestar o saque, portando documento de identificação e CPF.

Caso o pedido seja negado, é possível solicitar reanálise na agência.

O banco afirma também que implementou novos critérios de segurança, como validação digital de dados dos clientes e documental por imagem, monitoramento de cadastros e transações, além de intensificar atuação junto à PF na investigação das quadrilhas.

Outra recomendação é que os trabalhadores utilizem apenas os canais oficiais do banco para obter informações sobre FGTS Emergencial e o auxílio emergencial.

Fonte: R7


[There are no radio stations in the database]