Estiagem afeta lavouras do município

Escrito por em 05/05/2020

Lari Maroli – Emater Itapejara D’Oeste

Altas temperaturas e umidade do ar baixa são fatores que prejudicam as plantações nesta época, como explicou o extensionista Lari Maroli, do Instituto Emater de Itapejara D’Oeste, em entrevista à Panorama FM.

De acordo com Maroli, as chuvas foram abaixo da média nos últimos 11 meses, analisando os dados da estação meteorológica do Simepar de Francisco Beltrão. Nesse período, deveria ter sido registrados acima dos 1.650 mm, o que daria uma média mensal de 150 mm, mas foram registrados apenas 1.009 mm, ou seja, redução de 40% nas precipitações.

A preocupação é grande, segundo Lari, com as culturas de feijão e milho safrinha semeadas mais tarde, que desde o plantio têm sofrido com as baixas precipitações de chuva e os prejuízos podem ser consideráveis.

Outro problema sério é a falta de água no solo, o que faz com que várias fontes e nascentes sequem, gerando transtornos aos avicultores, bovinocultores e suinocultores. E a previsão, segundo Maroli, não é das mais otimistas. Além de pouca chuva, uma nova frente fria deve atingir a região esta semana, podendo causar geadas em áreas de vales e encostas protegidas do vento.



[There are no radio stations in the database]