Produção agrícola garante abastecimento do país em meio à pandemia

Escrito por em 07/04/2020

Dados levantados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) mostram que o Brasil será capaz de suprir as necessidades básicas de consumo da população. Com uma safra de grãos estimada em 251,9 milhões de toneladas, as principais culturas consumidas no país (soja, milho trigo, arroz e feijão) respondem por cerca de 97% da colheita e superam em mais de 100 milhões de toneladas o volume do consumo interno destes grãos no ano passado.

Diante da situação de enfrentamento ao novo coronavírus, o governo federal acionou a Conab para atuar junto aos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Economia, da Cidadania e outros, além da Casa Civil, para atender às possíveis demandas de alimento em todo o país.

Além da produção agrícola, a Conab levanta também informações de comercialização nas principais Centrais de Abastecimentos (Ceasas) para auxiliar no planejamento de ações que garantam a manutenção da oferta de frutas e hortaliças em todo o território nacional. O trabalho envolve o acompanhamento do fluxo de compras, preços e produtos ofertados.

Abastecimento Social – Entres as medidas adotadas para manter o atendimento a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, executadas pela Conab, está a prorrogação dos projetos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que venceram a partir de dezembro e possuem saldo, até os que irão vencer em junho. Com isso, os agricultores familiares beneficiados terão mais tempo para entregar cerca de R$ 5,8 milhões em alimentos em 167 organizações de todo país, beneficiando mais de 700 pequenos produtores e milhares de pessoas que receberão esses produtos. Já os demais projetos aprovados seguem em operação, com as entregas previstas nas propostas.

A Companhia estuda também a possibilidade de ampliar sua atuação por meio da Ação de Distribuição de Alimentos (ADA). A entrega regular de cestas básicas atualmente é realizada a grupos populacionais específicos, como povos e comunidades tradicionais de indígenas e quilombolas. Outra ferramenta de apoio é o Programa de Vendas em Balcão (ProVB), no qual o pequeno criador de animais e micro agroindústria têm acesso aos estoques públicos de milho para uso na ração. Para esse, a Conab planeja o atendimento em novas praças, caso seja necessário para manter a produção de proteína animal e garantir o abastecimento da população.

Fonte: Conab


[There are no radio stations in the database]