Intenção de Consumo das Famílias segue elevada no estado

Escrito por em 25/02/2020

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) se mantém elevada no Paraná. O indicador, ad Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), marca 115 pontos em fevereiro, com variação mensal de 0,2%. A pontuação também é semelhante à registrada em fevereiro de 2019, de 114,9 pontos.

O índice da ICF no Paraná está acima da média nacional, que é de 99,3 pontos, e teve acréscimo mensal de 1,2%. É o melhor resultado para o mês de fevereiro desde 2016.

Os fatores que têm contribuído para o indicador elevado no estado são renda atual (158,4 pontos), confiança no emprego (129,6 pontos), momento para compra de bens duráveis (110,2 pontos), perspectiva de consumo (107,5 pontos) e acesso ao crédito (104,6 pontos).

Os quesitos acesso ao crédito e perspectiva profissional tiveram as maiores altas mensais, com elevação de 4,3% e 3,7%, respectivamente, em relação ao primeiro mês deste ano. Na variação anual, a perspectiva profissional cresceu 10%, enquanto o acesso ao crédito subiu 8,5%.

No comparativo por faixa de renda, o indicador é maior entre as famílias com renda superior a dez salários mínimos, com 121,3 pontos, contra 113,6 pontos entre as famílias que ganham menos. No entanto, na variação mensal, houve alta entre as classes C, D e E, de 0,4%, enquanto houve redução de 0,9% entre as famílias de maior renda.

Fonte: Fecomércio PR


[There are no radio stations in the database]