Microrregião de Pato Branco pode ter a maior safra de soja da história

Escrito por em 13/01/2020

Por Beto Rossatti e Flávio Pedron

A área plantada com soja na microrregião de Pato Branco é de 325 mil hectares. As variedades mais precoces já estão sendo colhidas, com produtividade recorde, entre 180 e 200 sacas por alqueire. Segundo Ivano Carniel, técnico do Departamento de Economia Rural (Deral) do Núcleo da Secretaria de Estado da Agricultura (Seab), a colheita está sendo favorável à cultura porque o clima colaborou, o que deverá possibilitar uma produção de 1,2 milhão de toneladas.


A safra de soja teve uma dificuldade inicial com o plantio por causa da estiagem, o que levou produtores a semear a terra fora do período indicado pelo zoneamento agrícola, mas todos estão obtendo bons resultados. “É importante salientar que o desenvolvimento da cultura foi excelente o que está permitindo recordes de produtividade”, destaca Carniel. Para este ano, na avaliação do Deral, a produção da cultura será a maior da história do Sudoeste do Paraná.

Beltrão / Dois Vizinhos
A produção nas regiões desses núcleos da Seab, que compreendem 27 municípios, está estimada em 960.840 toneladas, caso as condições climáticas sejam favoráveis. Neste momento, há muitas lavouras cujas vagens já estão formadas e a umidade do solo é importante para o desenvolvimento dos grãos.


Nas regiões de Beltrão e Dois Vizinhos o plantio da soja também foi feito um pouco mais tarde por causa da estiagem, que se estendeu de julho ao começo de outubro.


Há possibilidade de a produção ultrapassar a marca de 1 milhão de toneladas. Na segunda semana de dezembro, muitos produtores rurais que plantaram soja estavam prevendo que, se caíssem boas chuvas nos dias seguintes, a safra estaria garantida. As chuvas vieram, no entanto, em menor quantidade. E do fim de dezembro até ontem o calor foi intenso em toda a região e o solo está seco.


[There are no radio stations in the database]